sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Aprendi que o que você tem que passar não tem como transferir para outros. Então, decidi, ser feliz. Resolvi encarar de frente e da maneira mais sensata e tranquila possível.
Fui no retorno da minha consulta no dia 27 de janeiro. Não tirei os pontos, ainda estão cicatrizando, mas estão bem. A doutora falou que estou me recuperando bem e que tudo está correndo como o esperado. Tenho que voltar no dia 10 de fevereiro com o resultado do exame anatomopatológico do linfonodo sentinela e do tumor da mama, em mãos.
Peguei o resultado do exame da linfocintilografia:

Estou muito bem, graças a Deus, tenho apenas um incômodo na axila, acho que é por causa dos pontos. Para deitar e dormir ainda não consegui uma posição  confortável, por isso, acordo e levanto várias vezes à noite.
Ganhei uma oração de Santa Águeda, protetora das mamas:

Ó gloriosa virgem e mártir, Santa Águeda, que para não trair a fé em Jesus Cristo preferiste ter os seios arrancados no martírio e miraculosamente curados na prisão, olhai por vossas filhas que , cheias de confiança, se dirigem a vós. vós soubestes conservar-vos íntegra diante de Deus, liberta-nos da tentação de trocar nossa fé por valores passageiros que nos afastam de Deus. jovem que fostes, livrai nossos jovens das drogas, do consumismo, da prostituição e de todo tipo de exploração. e como disseste ao vosso torturador:”não te envergonhas de mutilar na mulher o que tua mãe te deu para dele tirares o alimento”, livrai-nos de todos os males da mama para que , a cada dia, vivendo como verdadeiras cristãs, possamos dizer convosco:”tenho na minha alma os seios íntegros, com os quais nutro todos os meus sentidos que desde a infância consagrei a Cristo Jesus. amém. reze um pai e nosso, uma Ave Maria e um Glória ao Pai.


segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

O tempo tá passando muito rápido. Graças a Deus minha recuperação está sendo ótima. Senti várias coisas, desde dor na barriga até dor no pescoço, menos dor na cirurgia. O incômodo é apenas nos pontos e na hora de dormir, quanto ao resto tudo excelente. Amanhã volto ao hospital, confesso que estou um pouco ansiosa para saber quais os outros passos do tratamento. Quero crer que depois dessa cirurgia estou curada e que não vai ter mais nada a fazer, mas se tiver de fazer a radioterapia, quimioterapia e mais quantas terapias... forem necessárias, eu irei fazer e com a certeza que Deus está comigo e que nunca estarei sozinha.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Dia 20 de janeiro....
Chegamos cedo ao hospital, 5:30h da manhã. Ficamos esperando abrir a recepção, todos os pacientes são internados às 7:00h, passam por uma triagem, onde mede pressão, oxigenação e conferem todos os exames. Enfim chegou o grande dia.
Fiz o agulhamento antes da cirurgia e como dói. Tomei duas anestesias na mama, mas parece que não pegou nenhuma de tanto que doeu. Esse exame é feito com o ultrassom e passa um fio de aço em torno do tumor. Assim fica marcado o tumor e o linfonodo sentinela. Fiquei tão tranquila que minha pressão estava 11 por 7, também com o batimentos menos de 100 e com 98% de oxigenação. Era onde eu queria estar desde quando descobri o câncer.
Ás 9:15 h estava dentro do bloco cirúrgico e cinco minutos depois já estava tomando anestesia geral. As 11:55 já estava indo para o quarto. Passei muito bem, graças a Deus. Sem dor e sem o monstro que crescia dentro de mim. E ainda recebi um monte de visitas; minha família querida, todos se deslocaram pra BH, e me fizeram muito feliz. É estranho, mas estava feliz por estar no hospital.



Dia 21 de janeiro...
Recebi alta logo de manhã. Na hora do almoço estava em casa. Tomei um banho e aí sim tirei o curativo e para minha grata surpresa, minha mama foi preservada. Estou com duas cicatrizes, uma perto do mamilo e outra debaixo da axila. Ainda estou com os pontos e por conta disso, tenho alguns incômodos, às vezes dolorido. Na próxima terça, volto ao Hospital da Baleia para saber os próximos passos do tratamento.


Dia 22 de janeiro...
Quando estamos em casa tudo parece mais fácil. Fiquei meio indisposta, um mal estar momentâneo. E a noite levantei muitas vezes,

Dia 23 de janeiro...
Já estou ficando ansiosa para chegar terça. Quanto a minha recuperação, estou muito bem, só não posso ficar levantando o braço e os pontos incomodam um pouco. E estou seguindo as recomendações médicas.


segunda-feira, 19 de janeiro de 2015


Chegamos cedo à Belo Horizonte e pegamos um trânsito!!!!  Mas conseguimos chegar à clínica para a linfo. 
Não sou de falar "palavrão", mas depois de cinco agulhadas em volta do mamilo, só gritando um PQP, e $#$$%¨¨&*()U&¨%%$... pronto, assim a dor passou. kkkkk. Depois, uma hora pagando mico, massageando a mama, detalhe, em público. kkkkk,,,, Fiz o exame e a marcação para a cirurgia amanhã. 
Cheguei em casa quase 5 horas da tarde e amanhã volto de madrugada para o agulhamento, e enfim, a cirurgia....


Linfonodo sentinela: o que é? Quando deve ser retirado?

o
Linfonodo sentinela: o que é? Quando deve ser retirado?
O que é linfonodo sentinela?
Dá-se o nome de linfonodo sentinela ao primeiro linfonodo (gânglio linfático) a receber células malignas oriundas de um tumor canceroso primário através da circulação linfática. Ele constitui a primeira barreira defensiva do organismo contra o espalhamento do câncer (contra as metástases) e só depois dele outros linfonodos são afetados. Mas como pode acontecer que os linfonodos não dêem conta cabal de sua missão defensiva no organismo, algumas células malignas podem escapar e se alojar em órgãos à distância. As condições em que o linfonodo sentinela é encontrado indicam, com alto grau de precisão, o estado em que se encontram os outros linfonodos da região (axilar, inguinal etc.), mas mesmo um resultado negativo deles não exclui a possibilidade de metástases posteriores, embora isso seja mais raro.
Quando se indica a retirada do linfonodo sentinela?
A indicação maior da retirada do linfonodo sentinela faz-se nos casos de câncer de mama e para os raríssimos casos de carcinoma de células de Merkel (células que se localizam na camada basal da epiderme, onde estão ligadas a terminais nervosos da pele). Sua utilização em outros tipos de câncer ainda é experimental. O linfonodo sentinela orienta o médico quanto à direção da drenagem linfática do tumor e o estado em que se encontra, sugerindo ou não a retirada dos demais gânglios regionais.
Como se sabe qual é o linfonodo sentinela?
Um dos métodos de identificar o linfonodo sentinela é por meio de um exame feito antes da cirurgia de retirada do tumor, chamado linfocintilografia, no qual uma substância radioativa é injetada na derme horas antes da operação, em regiões escolhidas de acordo com a localização do tumor. Essa substância é absorvida pelas células cancerosas, gerando imagens que são captadas por uma sonda especial da radiação gama (geralmente um aparelho portátil que possui uma sonda de detecção e sistema de registro digital), permitindo, assim, a avaliação do exame pelo cirurgião. Em casos de câncer da mama, o outro método consiste na injeção de um corante azul na região da aréola mamária minutos antes do procedimento cirúrgico, o qual é captado pelo linfonodo sentinela. Então o cirurgião procura na axila o linfonodo corado com esse azul e procede à retirada do mesmo. Ambos os métodos apresentam bons resultados e poucas complicações. Com o uso de substância radioativa, não é necessário nenhum preparo prévio para o exame; nem mesmo jejum ou suspensão de eventuais medicações que a paciente esteja tomando. Para realizar-se o exame, deve-se fazer a antissepsia do local da injeção com álcool e depois da injeção massagear bem o local. As injeções na pele podem provocar dor e ardência leves no local. Após a localização do linfonodo sentinela, a projeção dele na pele será demarcada com uma caneta especial no intuito de facilitar a sua localização pelo cirurgião. Durante a cirurgia de retirada do tumor, o linfonodo acusado como de maior captação (linfonodo sentinela) também é retirado, através de uma pequena incisão na pele e examinado por um patologista durante a operação. Se o linfonodo estiver livre de células tumorais o procedimento termina aí. No caso de mostrar metástases, os demais linfonodos da região comprometida devem também ser retirados. Depois da cirurgia, o linfonodo sentinela deve ser submetido a um exame histopatológico mais aprofundado, para detecção de células metastáticas e determinação do tipo delas.
linfonodo sentinela no câncer de mama
Embora essa não seja a única possibilidade, o linfonodo sentinela é mais comumente acessado em relação ao câncer de mama. A presença ou não de metástases nos linfonodos axilares é um dos fatores mais importantes na avaliação das pacientes com câncer de mama e se relaciona diretamente com o prognóstico, além de orientar o tratamento. Na verdade, a biópsia do linfonodo sentinela é considerada hoje em dia como padrão no câncer de mama, porque a sua avaliação (positiva ou não) indicará se deve ou não ser feito o esvaziamento axilar convencional. No caso da mama, as injeções do material radioativo para detectar o linfonodo sentinela devem ser feitas nos quatro pontos cardeais em volta da aréola. Depois de identificado, ele pode ser retirado cirurgicamente e encaminhado para avaliação histopatológica.
Fonte: http://www.abc.med.br/p/cancer/367424/linfonodo+sentinela+o+que+e+quando+deve+ser+retirado.htm

domingo, 18 de janeiro de 2015

É amanhã... Segunda feira, o tão esperado exame para a cirurgia. Confiança, esse é meu nome.

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Está passando rápido. Só faltam 5 dias. Tento não ficar pensando nisso toda hora, mas não consigo esquecer, por outro lado quero que os dias passem rápido. Nossa cabeça e nossa imaginação ficam aceleradas... Já fico me imaginando curada. Sei que Deus está comigo e confio piamente que minha vitória está perto.

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Essa noite foi custosa... Gente, eu quase não dormi de tanta ansiedade. Levantei cedo e quando deu 8 horas já estávamos na estrada, eu, meu marido e minha filha. Eu nunca vi tanta burocracia e tanto papel que tem que levar ali, buscar acolá, entregar pra fulano de tal, enfim, deu tudo certo.
Custou o dia todo, cheguei em casa as 18 horas. 
Minha linfo cintilografia está marcada para o dia 19 de janeiro, o agulhamento para o dia 20 de janeiro, minutos antes da cirurgia.
Tudo está correndo bem, coloquei nas mãos de Deus, Ele está no comando. 

Tenho que agradecer o apoio do meu marido, da minha filha, do meu filho, de toda a minha família que não me deixam abater e nem perder a fé. São tantas orações e tanto carinho que estou recebendo, que me sinto fortalecida. Estou caminhando para a vitória e toda a minha família junto comigo. Essa situação que estou passando nesse momento é fundamental tê-los ao meu lado. Obrigada, obrigada, do fundo do meu coração por tanto carinho. Amo todos vocês e juntos vamos vencer!!!


domingo, 4 de janeiro de 2015

Ontem foi dia de visita. Que delícia receber visitas tão agradáveis e que a muito não nos víamos. Adorooooo!!!!!

Voltem sempre que puderem, vocês me encheram de alegria, Renata, Cláudio e Tia Zinha. Beijo no coração de vocês.

sábado, 3 de janeiro de 2015

Tenho ficado muito ansiosa por conta da proximidade da cirurgia. Mas Deus está no comando e tudo vai dar certo, com certeza. Dormi mal e perdemos a hora, primeira vez que meu marido perde a hora para o trabalho... kkkk


quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

2015

Enfim o ano novo! 
Nos reunimos aqui na minha casa, minha família e alguns amigos. Vou listá-los: Salete e José Luiz,  Flávia e Juninho, Michael com a nova namorada, meus irmãos e sobrinhos.
Churrasco e abraços calorosos. Só não teve foguete (destesto), mas teve estouro de balões, kkkk. Até que tinha muita gente e fui deitar as 3:30h e acordei as 4:25h com o telefone tocando. Meus filhos foram passar o reveillon no clube e não foram de carro, daí ligaram para eu ir buscar. Tornei a deitar novamente às 5:00 e 8:40h já estava de pé. Em compensação o dia foi, o almoço, com alguns da família, e cochilos e cochilos... kkkkk..




Seguidores