quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Do amor do próximo
http://colunas.g1.com.br/paulocoelho/
Postado por Paulo Coelho em 18 de Agosto de 2008 às 00:01

Muitas vezes é mais fácil amar que ser amado.
Temos dificuldades em aceitar a ajuda e o apoio dos outros. Nossa tentativa - inútil, por sinal - de total independência, termina não permitindo que nosso próximo tenha oportunidade de demonstrar seu amor.
Muitos pais roubam dos filhos a chance de dar o mesmo carinho e apoio que receberam quando crianças. Muitos maridos (ou mulheres) quando são atingidos por certas vicissitudes do destino, sentem-se envergonhados de depender do outro.
Não existe fraqueza nenhuma em aceitar um gesto de amor do próximo.
Às vezes, o ato de amar consiste em permitir que alguém nos ajude, que nos apóie, que nos de forças para continuar.
Se recebermos este amor com pureza e humildade, vamos entender que o amor não é dar ou receber - é participar.



Tenho reunião na faculdade às 15:00h, depois vou ao otorrino fazer um exame pra completar os meus documentos pra poder dar aulas.
Ontem não me senti bem. Peguei uma infecção urinária, mas graças a Deus, o Dr. Orlando, por telefone mesmo, me consultou e hoje já estou bem melhor.

Seguidores