quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Da calma
Postado por Paulo Coelho em 27 de Agosto de 2008 às 00:24
Não acreditem que os fins justificam os meios. Porque não existem fins; existem apenas os meios.
A vida nos leva do desconhecido para o desconhecido. Cada minuto está revestido deste apaixonante mistério: não saber de onde viemos ou para onde vamos.
Acima de nós, o Espírito Santo flutua, com as respostas de nossas perguntas e as soluções de nossos problemas; e nos atira estas respostas e soluções à medida que caminhamos. Faz isto sempre no momento apropriado.
Se pensamos apenas na meta, nos afastamos dos sinais do Espírito. Então, o lado das trevas começa a impor suas regras traiçoeiras.
“Eu sei o que eu quero”, diz o discípulo.
“Mas cuidado no que você vai se tornar, por causa disso”, responde o mestre.

Nenhum comentário:

Seguidores